Quarta-feira, 10 de Setembro de 2008

Criança!

Criança, tu és o conforto 
Criança, tu és o amor.
Tu, que tens alegria nos teus olhos
E que aos outros ofereces amizade;

Tu, que caminhas
Sem maus pensamentos
E que amas
Sem rodeios Vem ...!
Vem comigo.
Dá-me a tua mão.
Criança,
Tu és o símbolo
Do amor
Da paz
E da liberdade.
Tu és o fruto
Da inocência
E da pureza.
Criança
Ajuda-nos a construir
Um mundo bom,
Como tu
Estrela brilhante!

 

(Poema de Paula Perna)

 

tags:
publicado por Aninhas às 13:55
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Segunda-feira, 30 de Junho de 2008

Preciso de ti

Um pequeno excerto do livro “Preciso de Ti - Perturbações psicossociais em Crianças e Adolescentes” de Pedro Strecht.

 
A vida nem sempre é justa. As crianças não nascem iguais em direitos. Mas não podemos desistir de contrariar uma certa ordem das coisas, bater à porta dos corações e perguntar sem medo: pode-se entrar? Indignarmo-nos sempre que for preciso. Lutar.
 
O mundo que queria aqui era não só a alegria da vida ou a sorte de ter pais, o que queria aqui era a mudança de alguns solos, as cores inflamadas das bocas sem voz, dos olhos sem vista. Letras de mãos dadas a escreverem destinos de mais harmonia. Preciso de ti.
 
Este é um livro sobre perturbações psicossociais em crianças e adolescentes. É feito de histórias de muitos que viveram perdidos o tempo da infância. Nunca crianças, ainda crianças, dir-se-ia. Por isso, transporta dor, desamparo, perda, confusão, escuro, revolta. Mas nas mesmas linhas existe simplicidade, humildade, grandeza, coragem, lições de vida que todas estas vidas ensinam. O lado em todos nós tocados para que continue indiferente.
(,,,)
 É que, ironicamente, esta expressão patológica contém em si mesmo a eficácia de um S.O.S., num apelo para todos de valer a pena parar para pensar. Por isso, este livro é também um convite a uma reflexão forte sobre as raízes dos problemas, numa expressão de esperança dos que esquecemos, da força dos que ignoramos, das vozes que chamam: Preciso de ti.
 
 
Lembra-te de mim, parecem eles dizer.
                As ruas podem mudar, mas estou lá. Lembra-te. Puxa o Sol para perto, ilumina todos os silêncios. De mim, de mim. Lembra-te, lembras? Passa um «spot» televisivo em horário nobre. Faz qualquer coisa por mim. Que não esqueçam. Estou aqui. Acende uma vela à tua janela se faltar alguém. Sou eu. Jura. Toca todos os sinos a rebate.
                Ainda tenho o mesmo sorriso, parecem eles dizer. Preciso de ti.

 

 

publicado por Aninhas às 13:39
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 6 de Fevereiro de 2008

Caderno de significados

É um caderno de linhas aberto, calmamente esperando movimentos compassados do lápis a desenhar letras, palavras, números, contas… Aprender é isso, mas felizmente que a vida é muito mais. Há coisas que se aprendem tão bem sem quase ninguém ter que ensinar e tanta coisa que se ensina que quase ninguém aprende. Ainda bem que há sempre uma certa ironia aliada da verdade, um escrever direito sobre linhas tortas, um acertar que segura e confirma, um falhar que descobre e alerta, um mal estar que lembra e desperta.
 

Há uma mensagem que se resume a isto: descobrir de novo a simplicidade esquecida das coisas, a harmonia secular do bom senso e, em caso de dúvida, «sê sempre tu próprio!»
O verdadeiro ensino não está só nos manuais, não se aprende soletrado em dez lições, não se compra estafado na encomenda de ocasião, nunca chega por decreto (quanto a isso, nunca). Mais força que todas as leis tem o homem e dentro dele as crianças: o poder de inverter a certeza de alguns movimentos, muitas vezes antes que o sol feche o seu círculo no céu, o contrário de uma certa tendência para pensarmos demasiado em nós próprios, o secreto entender que de altos e baixos se faz a tranquilidade.
 

Antes que as crianças sejam velhas demais para verem sozinhas o que há para ver ensinemos-lhes ternamente a Vida, a maior das sabedorias.
 

 

Do livro “Preciso de Ti - Perturbações psicossociais em Crianças e Adolescentes” de Pedro Strecht

 

publicado por Aninhas às 23:33
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Criança!

. Preciso de ti

. Caderno de significados

.arquivos

. Maio 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

.tags

. todas as tags

.favoritos

. Feliz

. Férias

. Para ti... sorrio

. Conclusão da consulta

. Sofrida

. É agora ou nunca

. O lobo

. Mudar de vida

. A vida que eu levo

. Pensamentos contraditório...

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds